REGRAS DE COMPORTAMENTO

20/05/2013 12:47

Dentro de um axé as pessoas precisam cumprir algumas regras de comportamento que vou procurar compor aqui:

1) Ao chegar na casa de candomblé, a pessoa (seja abiyan, iyawo, egbón, Ogan, Ekeji ou qualquer outra pessoa pertencente à casa ou mesmo visitante) deve "descansar o corpo", procurar um lugar tranquilo, sem muito movimento e estar alí por alguns minutos , os antigos chamavam de "descansar o corpo" ou "descansar da rua, pois acredita-se que ao chegar da rua a pessoa traz consigo as energias com as quais se deparou na rua, e está com Ori quente por causa do sol. Ela aproveita esse momento para separar as roupas que deverá vestir, a roupa de ração (vestimenta ritual) que deverá estar limpa e alva.

2) Já descansada deve se informar com alguém da casa se pode tomar banho só com água ou se deve tomar algum banho especial de folhas, e em seguida tomar seu banho, colocar as roupas rituais, seus fios de conta no pescoço e não esquecer de deixar o banheiro limpo como encontrou.

3) Em seguida a pessoa deve cumprimentar o axé e os Orixás da casa, colocando cabeça no chão (dobalè) para todos os assentamentos de Orixás que ficam do lado de fora e depois colocar cabeça na porta do quarto do Orixá dono da casa. Em seguida ela vai cumprimentar quem está na casa, do Baba/Iyalorixá, em seguida dos mais velhos aos mais novos conforme a hierarquia, e então pode ter um momento de descontração, saber das novas de seus irmãos, ter uma conversa agradável mas que não seja muito demorada e logo deve "buscar o que fazer", sempre perguntar à alguém com cargo na casa no que pode ajudar, o que se tem para fazer.

4) Trabalho em casa de candomblé é o que não falta, sempre tem muita coisa a ser feita, principalmente quando se está preparando uma festividade ou saída de filhos (iyawos, obrigações, etc), e não é educado "escolher" o que fazer. Numa casa de axé não existe a hierarquia do mundo, e sim a hierarquia da casa, então é comum ver-se pessoas mais novas porém formadas em universidade lavando banheiro e outra mais humilde porém oloye (possuidora de posto), em afazeres mais ligados à parte ritualística. Vale lembrar que todo e qualquer trabalho feito numa casa é digno de respeito e não é motivo para se sentir maior ou menor dentro do axé, tudo é importante.

5) Sempre tem um quintal para varrer, uma roupa para lavar ou passar a ferro, panelas e pratos a serem lavados, acaças para serem enrolados em palha de banana, um frango para limpar, um axé para tirar,  enfim...basta dar uma olhada para o lado e principalmente "ter boa vontade" que se vê o que está por ser feito.

6) O horário do almoço é determinado por quem está à frente na cozinha, e também segue o ritual de hierarquia. Em casas mais tradicionais, enquanto o Baba/Iyalorixá não se sentarem para comer, ninguém mexe na comida. Depois de servidos o Baba/Iyalorixá sempre convidam pessoas de cargo ou mais antigas na casa para se sentarem com ele, então se segue de acordo com a hierarquia as pessoas pegando seus pratos por si mesmas ou das mãos de quem está servindo a comiga.

7) Procure um lugar tranquilo e coma de acordo com sua idade na hierarquia da casa, se for iyawo procure uma esteira e coma sentado nela, se for mais velho pode procurar um banquinho, uma cadeira ou mesa destinada aos mais velhos. Não se esquecer jamais de retirar as sobras de seu prato, e lavá-lo quando terminar de comer. Se na pia encontrar mais pratos ou panelas para serem lavados, peça permissão à quem dirige a cozinha e lave-os.

8) Geralmente, depois do almoço, existe um tempo para descanso. Aproveite para conversar com seus irmãos de santo, matar a saudade e procure estar em conversas descontraídas mas não em rodinhas de "fofocas" que sempre existem em lugares cheios de gente. Melhor não ouvir e nem comentar certas coisas, pois esse tipo de comportamento sempre gera coisas maiores e alguém vai lembrar do seu nome quando explodir, porque fofoca sempre explode a acaba nos ouvidos dos mais velhos e por consequência muitas vezes nos ouvidos do Baba ou Iyalorixá da casa.

9) Uma observação muito importante. É sempre educado, ao se dirigir à um templo, passar pelo mercado ou padaria e levar alguma coisa para colaborar na alimentação das pessoas que ali estão. Pães, café, leite, enfim...o que voce souber que será útil para a comunidade, por menor que seja o valor ou a quantidade, sempre ajuda e muito. Uma casa de candomblé em dias rituais ou de festa sempre dá muita despesa e todos devem colaborar.

10) Lembre-se que voce está ali principalmente para cultuar Orixá, não é um lugar de diversão ou de conversas fora de hora ou um lugar de lazer, uma casa de santo é sempre um lugar de muito trabalho para o Orixá, para que tudo saia nos conformes, para que voce participe do seu axé, aprenda e também ensine aquilo que lhe couber ou que voce tenha conhecimento para ensinar.

11) Não questione o que ver nem fique perguntando o por que disso ou por que daquilo, não lhe cabe saber, se couber saber tenha certeza que alguém vai lhe dizer, portanto, deixe a curiosidade de lado. Dentro de uma casa, ficar bisbilhotando não é educado e mostra até ser uma falta de entendimento e educação.

12) Se for um dia de rituais internos, ajude na preparação, dentro daquilo que voce pode fazer. Perguntar e se manter sob a vigilância de seu (a) Jigbonan, de sua mãe ou pai pequeno, pois eles sempre vão saber onde e como vc pode fazer alguma coisa. É lógico que se comportando assim, sempre acaba conseguindo para sí a confiança e consideração dos mais velhos que aos poucos passarão a lhe dar trabalhos mais importantes a fazer, que lhe será muito útil como fonte de aprendizado.

13) Durante os rituais, procure seu lugar para ficar na escala hierárquica, se for ainda um iyawo ou abiyan procure uma esteira onde estão seus irmãos da mesma idade ou os abiyans e se ponha em posição de "mojuba" ou "surran". Não fique levantando a cabeça para ver o que está acontecendo, bisbilhotice causa dissabor aos mais velhos e voce passará a ser considerada uma pessoa xereta e sem modos dentro da religião, com certeza alguém vai chamar sua atenção, e isso não é bom, é vergonhoso. Mantenha-se ali até que terminem os rituais, saia quando um mais velho pedir para se levantarem e acompanhe até o fim dos rituais, mas sempre de acordo com sua escala na hierarquia. Ouvir sempre é uma boa coisa, vc aprende e ao mesmo tempo estará participando ativamente dos rituais, e por consequencia agradando o Orixá que está sendo louvado.

14) Passado o ritual de sacrifícios, coloque-se à disposição para tirar penas de animais, e "aprender", é na cozinha de uma casa de candomblé que se começa o aprendizado mais importante, tudo se inicia na cozinha e tudo termina na cozinha, portanto, é a hora em que voce deve se dispor a trabalhar e ajudar muito, quanto mais coisas fizer mais aprenderá....mesmo tirando penas de uma galinha voce vai aprender coisas que não sabia sobre os rituais e sobre a religião.

15) Participe do "arriar axés" discretamente como sempre e quando finalizados os rituais, costuma-se tomar a benção do Baba/Iyalorixá, sempre por ordem hierárquica, fique atento e procure seu lugar na hierarquia para fazer isso na hora certa.

16) Nas horas descontraídas, onde todo o trabalho já foi feito, numa casa grande, com muitas pessoas de todas as idades, é comum os egbóns estarem conversando entre si, os Ogans e Ekejis também , os iyawos se colocam com os que tem mais afinidade e os abiyans também, procure onde estão as pessoas de sua idade ou no caso de abiyans, procure abiyans e se integre. Só vá para uma outra roda de conversa se for chamado, e mesmo assim, dependendo do que se fala ali, fique um pouco mas logo em seguida volte para seus hierarquicamente iguais.

17) Vai dormir no axé? Então deve levar suas roupas de cama, ou ter um baú, um espaço seu na casa de candombé onde guardar esse tipo de roupa, busque sua esteira e arrume sua cama no lugar destinado a voce , claro que tome seu banho antes, arrume sua cama, tome uma benção geral aos Ogans, Ekeji, Egbóns e seus irmãos e deite-se para dormir. Ao se levantar, imediatamente dobre suas roupas, levante sua esteira e guarde-os, não fale com ninguém enquanto não lavar o rosto e escovar os dentes (não é educado e os antigos dizem que não é bom), e comece seu dia.

18) Tenho certeza que, se portando dessa forma, voce sempre será uma pessoa reconhecida e querida dentro do axé (mesmo que nunca lhe digam), sempre adquirirá o respeito dos demais e pode ter certeza, seu comportamento chegará aos ouvidos de seu Baba/Iyalorixá que interpretarão como uma pessoa boa para o axé e com futuro na religião.

Contato

Pai Zezinho de Logun Edè

zezinhodelogun@yahoo.com.br

Condominio Estância Montreal
Limeira-SP

055-1934429343
055-1134513992

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Construir sites Webnode